segunda-feira, 9 de maio de 2011

Pra que mentir?

E não adianta
Querer não falar de amor
Penso em você até na janta
Querendo teu abraço apertado, cheio de calor

Não adianta, não
Nem penso em não pensar
Em você
Não adianta, não

Não adianta querer brincar de não te amar
Nem fingir não te querer
Porque eu sei que você é pra casar
Porque sem você não consigo mais viver

Não adianta tentar não ser romântico
Meu sentimento por você não é corriqueiro
Seria até antipoético
Pois o meu amor por você é algo verdadeiro

E eu grito pra mim
Grito pra ti, também
Não quero que essa história tenha um fim
Quero te ter e mais ninguém

Um comentário:

  1. Gostei do seu blog, bem sincero, transparente,parabéns.

    ResponderExcluir